top of page

Lidando com emoções diante de uma doença que ameaça a continuidade da vida


doença ameaçadora da vida


Lidar com diversas emoções pode ser difícil em qualquer momento de nossa existência, mas os desafios são ainda maiores quando estamos convivendo com uma doença que ameaça a continuidade da vida.


Pensamentos surgem:

"Vou perder o controle sobre meu corpo?" "Não quero que ninguém pense que sou fraco ou tenha pena de mim." "Será que consigo suportar essa avalanche de emoções?"

Diante de tais situações, o que podemos fazer para lidar com tantos sentimentos?


Primeiramente, faça uma pausa para observar sua experiencia emocional, prestando atenção ao local e á forma de como a emoção se expressa em seu corpo.


  • Observe seus pensamentos: descreva a experiencia e nomeie a emoção com a qual você deseja lidar.

  • Identifique as suas reações físicas, julgamentos ou suposições sobre o evento desencadeante.

  • Acolha e permita-se estar consciente de como você está se sentindo.

  • A emoção ou sua intensidade está adequada à situação?

  • Decida se é benéfico para você expressar ou agir de acordo com a emoção.


Lembre-se de que, embora você não possa mudar situações imprevisíveis e incontroláveis, você pode mudar a forma com a qual se relaciona com suas emoções.

Texto: Elda Mirelli

Comentarios


bottom of page